Desejo Nórdico

Devora-me com seu olhar imaculado
Ridiculariza-se diante do meu ser
Sussurre palavras de sarcasmo total em meu ouvido
Seduza-me com seu deboche barato
Torture seu desejo sensato e polêmico
Sobre as chuvas de novembro
Deguste nossas imperfeições
Desafiando a sua vontade de viver
tornando meu seio um vicio
um suplicio que explica o seu desejo
submisso e nórdico
tornando você a única vitima
Dessa nossa orgia magnifica
Com a mais rica hipocrisia
De nossas velhas manias
que hoje são ridículas.

Yulla Rodrigues.

11 comentários:

  1. Lindo blog!
    oo post entaum está de parabeens!
    bjos

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Este post está estranhamente delicioso.

    ResponderExcluir
  4. Gosteei. Ela boa no que Faz. õ/

    ResponderExcluir
  5. vc esta cada vez melhor te acompanho viu... parabens pelo blog

    ResponderExcluir
  6. Que versos bonitos!!! Verdadeiros e belos.

    ResponderExcluir
  7. Retribuindo a visita e muito feliz por ter vindo,seus textos são muito bonitos,são lindos!
    Segui;D

    ResponderExcluir
  8. O poema está muito bem escrito, mas, é um tanto masoquista.

    ResponderExcluir
  9. Intenso, profundo, quente, instigante... O que mais dizer sobre este? Belo blog, ;)

    ResponderExcluir
  10. Ahhhhhhh diria,simplesmente, intenso =D
    muito Booom

    mandaria facilmente para alguem kkkkkkkkk

    http://ummundoquaseparticular.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Gostei bastante!! parabéns

    ResponderExcluir